Estilo de vida alternativo

EAEEE galerinha de Jeová! Quanto tempo, hein! Pois é, mas estamos de volta e hoje vamos falar sobre uma coisa que todo mundo já ouviu falar: lifestyle. Estilo de vida, no nosso bom português.

É crescente o número de tribos, grupos e comunidades que aparecem, com estilos de vida próprios e “alternativos”. Aliás, normalmente a gente acha que uma pessoa que tem elementos semelhantes a uma determinada tribo, segue o mesmo estilo de vida da tribo. Ou, o que é pior, atribuímos estilos de vida a uma determinada tribo. Tipo, “todo reggeiro fuma maconha.” O problema é que a gente acaba aplicando características a partir dos princípios errados. Nesse caso, por exemplo, poderíamos facilmente dizer: nada a ver! Reggae é um estilo MUSICAL. Fumar maconha não tem nada a ver com música! Reggeiro é o curte REGGAE, maconheiro curte maconha e uma característica não traz a outra de bônus. É isso que chamamos de ESTEREÓTIPO.

Nós, cristãos, também sofremos de estereótipos (e somos responsáveis por MUITOS DELES também, mas isso é papo pra outro post). Crente é, no mínimo, associado a imagens como essas:

 

Aí, quer dizer: DA QUAL FOI, né?! Sinto muito, mas se você ficou revoltado com algum estereótipo desse, só posso te dizer que uma parte da “culpa” é nossa. Sabe qual é o problema do “estilo de vida cristão” atual? É que ele simplesmente NÃO TEM O ESSENCIAL! O estilo de vida da gente não tem um tipo de música, um tipo de roupa (mas não me apareça com uma microsaia né, irmãnzinha?), um tipo de sotaque ou gíria (mas não me venha com palavras torpes e desnecessárias né, colega?)…  Mas nós temos UM REFERENCIAL: CRISTO. O nosso estilo de vida deve ser a ADORAÇÃO.

Adoração não é música, não é oratória, não é caridade, não é evangelismo ainda que tudo isso tenha sua importância. Adoração é O ESTILO

DE VIDA DO FILHO DE DEUS. O que mais lemos por aí são cartazes que afirmam que os “adoradores” estarão reunidos em algum show ou evento. Mas os verdadeiros adoradores adoram ao Pai, PRIMEIRA EESPECIALMENTE, em Espírito. Ah, e tem mais: em VERDADE. Ou seja, o estilo de vida do cristão é OBEDIÊNCIA À PALAVRA DE DEUS.

Enquanto a gente só amar de palavra e não de fato, enquanto a gente levantar as mãos e fechar os olhos só por reprodução de um gesto vazio, enquanto um show ou louvorzão for mais interessante prá nós que uma reunião de oração, enquanto nos acharmos melhores que “os ímpios” porque somos “bons crentes” e “santos”, enquanto reservarmos o evangelho aqueles que a gente acha que merece, enquanto nós mesmos criarmos o estereótipo do crente ideal, enquanto dissermos que amamos a Deus mas não vivermos esse mesmo Deus… Seremos somente barulho, e não música. Seremos somente uma faísquinha tímida, e não luz. Seremos só um temperinho artificial qualquer, e não sal. Seremos “crentes”, mas não filhos. Poderemos até ser ferramentas, mas não instrumentos. E pra nós faz muita diferença.

#fikdik

God bless! :*

Uma resposta em “Estilo de vida alternativo

  1. fantástico! é isso mermu. muitos crentes tb confundem adoração com louvor, e louvor com estilo musical. quando prestamos um culto a Deus estamos adorando.quando oramos,quando agradecemos seus cuidados para conosco etc… adoramos em particular ou em conjunto com a comunhão com os irmãos(outros adoradores). e o louvor tb faz parte da adoração, mas não tem nada ver com ritmos os estilos. quem deixa o louvor impróprio ou ruim para adoração é o homem. pq tudo ki Deus criou, no fim Ele avaliou como bom(vede Gênesis). muitas vezes rotulamos humanamente, ritmos e estilo de louvor. talvez ao ler meu comentário vc esteja pensando: “ele só está dizendo isso pq é cantor de RAP”. mas eu não presto contas aos homens, e sim a Deus. não estou querendo me defeder dos seus ataques, pelo contrário! estou querendo te ajudar a abrir os olhos para esta questão. não minto em dizer que prefiro o RAP. ter preferência por um ritmo não é pecado,é gosto pessoal. mas quem devemos agradar com o louvor é Deus e não nós mesmos. e procurar sempre a sinceridade no louvor e na adoração. como se diz puraí “cada um no seu quadrado”. assim tb temos diferentes dons, aptidões e vocações para usarmos em serviço do reino.assumo que não consigo juntar notas musicais e formar belas melodias como o rei Davi na sua arpa, João Alexandre no seu violão e Eliana no seu teclado. mas tenho facilidades em escrever em verso e prosa.”cada um no seu quadrado”. porisso faço RAP. e pq eu tenho que cantar parecendo que estou em um velório? pq não posso pular? pq não posso griar? pq não posso dançar, correr e rodopiar? eu vejo a empolgação mundana nos carnavais louvando a Belzebu. e o que vejo na igreja é um tímido balançar de ombros, pra lá e pra cá, pra lá e pra cá. temos que adorar e louvar com entusiasmo, afinal de contas estamos agradecendo pela morte de Jesus por nós.um favor impagável! estamos agradecendo a Deus, porque a sua misericórdia dura para sempre. então, ânimo irmão! se o louvor e a adoração for em espírito e verdade, até o meu RAP barulhento pra vc, soará como um violino aos ouvidos de Deus. fikem na PAz do Senhor!

Sinta-se a vontade para falar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s