Oficina G3

E é chegada a hora, uma das bandas que mais me influenciaram, não só na rockeiragem, como também em ideais:

Formada em 1987 por Juninho Afram, Wagner Garcia e Walter Lopes, a Oficina G3 é uma das bandas pioneiras no cenario brasileiro do rock cristão. A banda começou como um grupo (Grupo 3, e é daí que provém a sigla G3 no nome da banda) de louvor da Igreja Cristo Salva afim de suprir a necessidade musical daquela igreja. Posteriormente somaram-se ao grupo de louvor Túlio Regis e Luciano Manga nos vocais, James Conway e Marcos Pereira nas guitarras. O grupo foi ganhando reconhecimento como banda, ao participar de eventos de música gospel (como o Terça Gospel, por exemplo, evento em que estreou o nome Oficina G3), serem chamados pra tocar em outras igrejas, etc. Oficina G3 foi ganhando fãs e chamando atenção da galerinha pelo visual(cabelos grandes, tatuagens, etc), pela postura em palco como banda de Hard Rock e pelas suas letras que são totalmente voltadas a pregação da Palavra, sendo muito criticada por cristãos da época, pois nesse tempo o rock na igreja ainda era um tabu e predominava aquela ideia de que “o rock é do diabo”(essa balela de crentinho desinformado que pensa que musica cristã é só o “glória glória aleluia”). Outro fato que vale citar é que o Oficina G3 tocou na terceira edição do Rock in Rio, realizado em Janeiro de 2001, sendo a unica banda cristã a tocar no evento.

O nome da banda, Oficina G3, provém da ideia de concerto de vida. Um concerto que provém do reconhecimento de Cristo como o único Salvador e da vida nova que se adquire após tal reconhecimento. E os temas abordados em suas letras giram em torno da mesma ideologia sobre a qual foi dado o nome da banda.

Sobre o estilo musical da banda, posso destacar 3 fases: Hard Rock, Pop Rock e Metal Progressivo/New Metal. E um tópico relacionado aos projetos acústicos.

Hard Rock/Rock’n’Roll:

Foi a fase que marcou o inicio da banda e durou até 1998(mais ou menos), após a saída de alguns membros e entrada de membros novos. Caracterizado por guitarras com distorções marcantes e riffs pesados, solos rapidos e lindos, vocais limpos, teclados bem arranjados, etc. Marcando essa fase Hard Rock, a banda lançou um LP ao vivo e dois albuns de estudio. O Nada é tão Novo, Nada é tão Velho foi o primeiro album de estúdio da banda, tendo grande reconhecimento tanto na cena do rock nacional como tambem nada cena do rock cristão, contendo grandes clássicos da banda como Naves Imperiais, Autor da Vida, Razão e Mais que Vencedores. Musicas fortemente caracterizadas pelo peso e agressividade que são marcas do Rock’n’Roll/Hard Rock e que pode se assemelhar ao som de bandas como Petra e Deep Purple. Após esse álbum, o Oficina G3 lança mais um álbum de estúdio na mesma pegada Hard Rock, o Indiferença, algo mais na linhagem de Bride e Stryper. Contendo mais clássicos da banda como Espelhos Mágicos e Glória, esta que foi dividida em duas partes, sendo uma um instrumental solo de Juninho Afram e a outra parte é uma versão rock do hino da harpa cristã que até tem o trechinho “Vencendo vem Jesus” ♫.

Pop Rock:

Fase marcada pela entrada de um novo vocalista, Pedro Geraldo Mazza (PG). Essa fase caracterizou pela “aliviada” no peso das musicas e foi consumada com o lançamento do album O Tempo, que contém musicas ainda com características do rock, porém com menos peso. Mas isso não quer dizer que a qualidade do som dos caras regrediu, muito pelo contrario, o CD O Tempo foi um dos albuns mais vendidos da banda alcançando a marca de 250 mil vendas. Nessa fase as musicas eram mais trabalhadas em questão de arranjos e inovações musicais, pois se trata de um estilo que requer um certo tipo de conhecimento musical avançado para poder fazer músicas bem trabalhadas e que durem durante varias gerações. Essa missão foi cumprida, pois os maiores clássicos da banda estão no album O Tempo e Humanos, qual a criatura nesse mundo que curte Oficina G3 e não conhece musicas como O Tempo, Perfeito Amor, Humanos, Até Quando?, Te escolhi, entre outras??!. Vale ressaltar que, apesar de o Humanos ser um album com muita influencia do Pop Rock, é um album marcado também por novas influencias musicais provenientes de estilos que estavam em evidencia na época, sendo o principal estilo(que é o que foi acrescentado nesse album) o New Metal – influencias provenientes de grandes bandas do estilo, como P.O.D.

Metal Progressivo/New Metal/Um pouco de Metalcore também:

Marcado pelos albuns Além Do Que Os Olhos Podem Ver e Depois da Guerra, é o novo estilo em que a banda se encaixa ultimamente. Marcado pelos arranjos progressivos(a exemplo desses arranjos, tomem como base as musicas do Dream Theater), ampliação em tempos de instrumentais durante as musicas havendo até, além de solos de guitarra, solos de baixo, teclado e até mesmo bateria. Algo que marcou essa fase foi a saída de PG da banda (membro que mais influenciou e guiou a banda ao estilo Pop Rock), tendo como vocal principal o Juninho Afram (no Além Do Que Os Olhos Podem Ver) e, posteriormente, o Mauro Henrique (no Depois Da Guerra – D.D.G.). Nessa nova fase ou um acrécimo em maior parcela da participação do Jean Carllos nos vocais de apoio(guturais), deixando em evidencia a permanencia das influencias do New Metal proceniente do Humanos, como tambem novas influencias que podem ser especuladas como provenientes do Metalcore.

Projetos Acústicos:

O Oficina G3 lançou 3 albuns com um caráter mais “light”. Sendo 2 lançamentos totalmente acústicos, onde não houve o uso de instrumento elétrico nas gravações e execuções ao vivo das faixas, e 1 lançamento em que foi feita uma mesclagem de instrumentos elétricos, como guitarras, baixo elétrico e sintetizadores, à instrumentos acústicos. Como registro dos lançamentos 100% acústico foi lançado os álbuns Acústico(estúdio) e Acústico Ao Vivo(esse também foi registrado em vídeo). E o lançamento elétrico + acústico, é registrado pelo álbum Oficina Elektracustika G3 onde foi lançadas músicas inéditas utilizando essa roupagem de eletrico+acústico e também a regravação de algumas musicas como Além do que os Olhos Podem Ver, Ele Vive, Razão, etc.

A seguir, alguns clipes e informações adicionais. Fiquem com Deus galera.

Esse foi do fundão do baú hehe’

Integrantes antigos

  • Túlio Régis – Vocal
  • James Conway – Guitarra Base
  • Marcos Pereira – Guitarra Base
  • Marcio “Woody” de Carvalho – Teclados
  • Wagner García – Baixo
  • Luciano Manga – Vocal
  • Walter Lopes – Bateria
  • PG – Vocal
  • Déio Tambasco – Guitarra Base
  • Luís Fernando(LuFe) – Bateria

Integrantes atuais

  • Juninho Afram – Guitarra, segunda voz
  • Jean Carllos – Teclados, vocal de apoio
  • Duca Tambasco – Baixo
  • Alexandre Aposan – Bateria
  • Mauro Henrique – Vocal

Álbuns de Estúdio

Ano CDs Vendas
1993 Nada É Tão Novo, Nada É Tão Velho 100.000
1996 Indiferença 200.000
1998 Acústico 170.000
2000 O Tempo 250.000
2002 Humanos 200.000
2005 Além do que os Olhos Podem Ver 100.000
2007 Elektracustika 60.000
2008 Depois da Guerra 80.000

Álbuns Ao Vivo

Ano CDs Vendas
1990 Oficina G3: Ao Vivo + 200.000
1999 Acústico Ao Vivo + 200.000

Vídeoclipes (clique na musica e assista o clipe no youtube)

Site Oficial: www.oficinag3.art.br

9 respostas em “Oficina G3

  1. “Música no Copo” sempre trazendo ótimas bandas!

    O post sobre Oficina G3 ficou massa demais!!!!!!!!! Esperei muito por isso!
    Tô feliz!!rsrsrs

    Agradeço à Deus pelo Música no Copo, sempre trazendo novidades, bandas de alto nível, enfim coisas agradáveis!

    =D

    • Opa, é claro que não podia faltar um post sobre uma banda tão valiosa na cena do rock nacional e cristão aqui no Musica no Copo né?! hehehe’

      Vlw por nos acompanhar lendo nossos post e pelo apoio que nos tem dado. Que Deus te abençoe querida o/

      =D

  2. Finalmente eu consigo ler um post e COMENTAR algo ( VIVA AS FÉRIAS \o/) !!!
    E melhor ainda no post sobre quem quem quem?! OFICINAA ! Lendo e re-ouvindo todas as musicas que marcaram, muitooo bom.
    Parabééns aos meus amigos lindos que tão fazendo um trabalho muito bom com o Música no Copo, permaneçam sempre honrando e glorificando o nome do nosso Senhor, em TUDO. (; e clarooo ao meu best, autor do post, SEMPRE arrasaando né?! ;*

    • Aeeee!!! Té que fim Yka por aqui, e que prazer tê-la por aquii vuuh mooça *-*….

      Enfim, Oficina G3 marcando a rockeiragem da galera aeói kkkkkkkk, veeii, era eu fazendo o post e batendo aquela nostalgia pesada asehauiehasiueui’….

      Vlw pela força de SEMPRE minha linda *—*. Que Deus te abençoe best linda ;***

  3. Tdb, galera! Esse é o OFICINA G3. Letras,músicas e muita unção. Na pegada do Rock arte.
    São D+!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  4. oficina sem duvida marcou minha vida desde que ouvi pela primeira vez!!
    ja curtia rock mas so me apoixonei depois de ouvir oficia g3* sabendo que apesar do rock podemos divulgar Jesus.. muita paz!!

    • é isso ae, com certeza a musica é um veículo muito forte pra dar uma idéia. E rock’n’roll é manter sua postura, ideais e principios mesmo que estes sejam julgados inadequados, antiquados ou qualquer quados aee pela sociedade kkkk. Como diz uma musica do Mortification: God created all styles Satan has only perverted(Deus criou todos os estilos, Satanás apenas os peverteu).

      Fica na paz de Jah!!!

Sinta-se a vontade para falar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s