The Devil Wears Prada

E hoje um Metalcore “diferente”:

Banda de metalcore norte-americana de Dayton, Ohio, formada em 2005. O nome da banda não tem nenhuma ligação direta com o nome do romance, mas deriva de uma mentalidade antimaterialista. Mark Hranica fala o seguinte a respeito do noma da banda: “É o mesmo conceito das nossas letras ‘esmeraldas não seguram nenhuma esperança’ e muitos outros. O que nós acreditamos é que ela quer dizer que as posses não importam para nada e um dia todos vão perceber que isso é verdade. Quando estivermos diante de Deus, ele não quererá saber do seu cachecol Prada ou dos seus sapatos Gucci ou qualquer outra coisa. É um raciocínio cristão para o nome, nós não o escolhemos para tentar de estar na moda ou o que quer que seja.

Enfim, por que eu falei um metalcore diferente?? Bem, algo que me chamou bastante atenção nas musicas dessa banda, além do peso das guitarras e riffs bem trabalhados, bateria agressiva e rápida, vocal totalmente marcante, é que em sua formação tambem existe a presença de um tecladista. Sim, isso mesmo! Um tecladista em uma banda de metalcore, as musicas então além de ter aquele peso do metalcore, tambem tem uma atmosfera que envolve com a musica e faz viajar meesmo(pelo menos é o que acontece comigo hehe). Assim, os teclados, sintetizadores e samples são as bases das melodias, guiando os riffs de guitarras, agressividades da bateria e a potencia do vocal. Outra coisa que me chamou bastante atenção foi as letras das musicas. Falam das atitudes hedonistas do homem, o pensar no aqui e agora, a corrupção dos bons principios e como um cristão deve se importar diante de todas essas coisas.

A proposta de fazer um metalcore tendo como guia as bases de teclados e sintetizadores, é característica marcante em todos os albuns da banda. Pra quem curte Bring Me The Horizon nessa fase mais recente, pode “cair de boca” em The Devil Wears Prada. Quem nunca ouvio algo parecido, ta esperando o que pra dar um saque nessa banda?

Uma das minhas citações favoritas se encontra em uns versos da música Danger:Wildman, do album With Roots Above and Branches Below , que é: “When worded correctly, truth is never a cliche”… Traduzindo: “Quando expressada corretamente, a verdade nunca é um clichê”.

Enfim, agora deixarei alguns videos com vocês e mais algumas informações adicionais.

Integrantes

  • Mike Hranica – Vocal
  • Jeremy DePoyster – Guitarra base, Vocal limpo
  • Chris Rubey – Guitarra solo
  • Andy Trick – Baixo
  • Daniel Williams – Bateria
  • James Baney – Teclado, Sintetizador, Piano

Discografia

  • 2006 – Dear Love: A Beautiful Discord
  • 2007 – Plagues
  • 2009 – With Roots Above and Branches Below
  • 2010 – Zombie EP
  • 2011 – Dead Throne

Sinta-se a vontade para falar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s