O marco de mudança


O marco de Mudança

“Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões – pela graça vocês são salvos.” Efésios 2:4 e 5.

Temos diante de nós um dos textos mais conhecidos da Bíblia e, ouso dizer, um dos mais belos e ricos. Apesar de o trecho escolhido ser pequeno, ele nos traz poderosas verdades e nos confronta com uma realidade que, infelizmente, hoje em dia, muitos rejeitam: a salvação não depende de nós. Mas, vamos deixar que a Palavra fale por si mesma.

Perceba que o trecho começa com “todavia”. Essa expressão contradiz a realidade apresentada por Paulo anteriormente, a saber, a de que todos nós andávamos segundo o pecado, seguindo nossos próprios desejos decaídos e estávamos longe de Deus (Efésios 2:1-3). “Todavia” apresenta, assim, um marco de mudança. Mudança pelo que? O que mudou, ou o que motivou essa mudança? E a resposta vem com “Deus, que é rico em misericórdia,pelo grande amor com que nos amou…”. A misericórdia é algo intrínseco da natureza de Deus, tanta é que Suas misericórdias não têm fim (Lamentações 3:22 e 23). Mas não só misericórdia – o ato de não nos dar o que merecemos, ou seja, o Seu Juízo –  foi derramada sobre nós, mas também o amor de Deus nos atingiu. Foi esse amor que moveu o Pai a nos salvar.

Como Ele fez isso? Nossa resposta está no versículo 5. Por favor, leia-o para você mesmo mais uma vez – senão estiver com a Bíblia, é só subir o cursor pro início do post hehe – e prepare-se para aprender 4 coisas essenciais sobre a salvação. Já leu? Beleza, então vamos lá.

  1. “deu-nos vida…” ou “Ele nos deu vida”. Isso quer dizer que a iniciativa da salvação é sempre – SEMPRE – de Deus. Não que não tenhamos responsabilidades quanto ao Seu chamado, mas tudo começa no coração Dele, não no nosso. Ele nos deu vida, sem que nós clamássemos por ela (veremos porque daqui a pouco).
  2. “…com Cristo…”, ou seja, não foi qualquer vida. Deus, na cruz, não nos deu a vida que sempre quisemos, não nos deu a nossa vida para fazermos o que bem entendermos dela. Ele deu Sua própria vida para que pudéssemos viver como Ele viveu. Se vivemos, é por Cristo que vivemos. E a verdadeira vida está com Cristo e só nEle.
  3. “…quando inda estávamos mortos em transgressões…” : eis porque nunca poderíamos clamar pela vida a Deus. Nós já estávamos mortos. Estávamos mortos espiritualmente por causa do nosso pecado (pecado nada mais é do que a transgressão da lei de Deus). Portanto, nunca poderíamos ter dito “Senhor Jesus, eu te recebo como meu Senhor e Salvador” se Ele não tivesse dito primeiro: “Filho/Filha, eu te dou minha vida para que eu seja teu Senhor e Salvador”. É isso que reafirmamos quando dizemos que amamos a Deus porque Ele nos amou primeiro.
  4. 4.       Por fim, “…pela graça vocês são salvos”. Sabe o que isso quer dizer? Que nós não merecíamos. E ainda não merecemos. O amor de Deus é incondicional, pois não usou nenhum critério de seleção que pudéssemos apontar e, muito menos, entender. Em Sua infinita sabedoria, de uma mente infinita, a qual traçou um plano eterno que não podemos compreender, Deus derramou graça sobre nós. Olhe para você mesmo, enquanto eu olho para mim mesma agora, e respondamos sinceramente: eu merecia isso tudo? Sabemos que não, pois sabemos o que somos e quem Ele é.

Diante disso tudo, o que podemos dizer? Como reagir diante da dura realidade do pecado que nos afasta de Deus e nos mata para Ele, e, em contrapartida, da maravilhosa verdade de que nem o pecado pode frustrar Seu propósito de nos alcançar e nos transformar em filhos do Rei?

Se você ainda não reagiu à obra de Deus, mesmo consciente de que Ele está a agir em você, reaja agora! Prostre-se, agora! Olhe para Cristo, porque é Nele que encontrarás a verdadeira VIDA. Se você já tem Jesus com seu Senhor e Salvador, prostre-se também e, aos pés do Salvador, diga “Obrigado, Senhor Jesus”. E nunca, nunca esqueçamos de agradecer pelo preço pago por nós. Para nós, foi de graça, para Ele, foi a cruz. Que a Vida e a Verdade que venceram a cruz possa nos render a Cristo cada dia mais.

Crendo no Eterno.

Sinta-se a vontade para falar !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s